Google em dispositivos mobile

Google vai priorizar sites mobile nas buscas

26 de Abril de 2015 | Por Redação 3dev.

O Google fez uma importante atualização no seu algoritmo para classificar as buscas: a partir de agora, sites que não respondem bem em dispositivos móveis vão praticamente ficar de fora das buscas mobile. E o motivo é bem simples: as buscas feitas através de mobile (smartphones e tablets) são maiores do que nos computadores tradicionais – o desktop – e já somam mais de 52% – e esse número continua subindo.

Os números vem confirmando a tendência de especialistas e a filosofia adotada pela empresa em 2012,: pensar no mobile antes do desktop (mobile first). Alguns fatos que consolidam a internet móvel:

  • O acesso à internet por smartphones já supera o desktop;
  • Só nos EUA, 85% de todo o tráfego da web é feito por aplicativos mobile;
  • Oferta de internet móvel cada vez mais barata.

De acordo com o Google, as mudanças entraram em vigor no dia 21 de abril

As mudanças não vão afetar quem navega na web através do desktop, mas sabe-se que hoje, cerca de 60% dos consumidores fazem suas operações virtuais a partir de um celular ou um tablet. E é aí que está o ponto fraco do pequeno empresário brasileiro: muitos negócios de pequeno porte ainda não contam com site responsivo. Ou seja, com uma estrutura que se adapte aos dispositivos móveis.

Os custos de adaptação à nova tecnologia variam de acordo com o nível de complexidade do projeto. Entretanto, especialistas afirmam que é cada vez mais importante preparar a versão mobile do website. O investimento vai se diluindo com o tempo e os resultados obtidos superam os custos naturalmente.

Website responsivo: A solução mais viável

De acordo com o concenso de vários especialistas em SEO (otimização para mecanismos de busca), a solução mais viável para que os sites estejam dentro dessa atualização do Google é a criação/adaptação de site responsivo. Ou seja, ele tem tamanho de texto, imagens e diagramação que se adaptam ao dispositivo móvel.

Uma outra saída é criar a versão mobile. Grandes lojas virtuais como Netshoes, e portais como O Globo contam com versões diferentes entre mobile e desktop. Dessa forma, não é só o tamanho do texto, imagens, etc. que se modificam. O conteúdo também passa a ser diferente, de acordo com o dispositivo.

Em dúvida sobre como está a classificação do seu site?

A 3dev já adota o design resposivo nos projetos que desenvolve, confirmando a visão de longo prazo e atenção da empresa às tendências do mercado.

O site de sua empresa já é responsivo? Converse com a gente. Garantimos lhe oferecer a melhor proposta.

# # #

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *