5 verdades sobre empreender

5 verdades sobre ser dono do próprio negócio

30 de Maio de 2015 | Por Diego Fernandes

O mundo do empreendedorismo é visto com muito glamour. A ideia de ser dono de uma empresa, ser o próprio patrão, trabalhar a hora que quiser… Quem não quer essa vida, certo? Bom, a realidade não é bem assim. Você trabalha mais, passa a ter uma visão bem diferente dos feriados e as responsabilidades se multiplicam.

Pensando nisso, preparamos uma lista de 5 verdades (ou mitos, dependendo do seu ponto de vista) sobre como é trabalhar por conta própria. Seja um freelancer, empresário ou dono de uma multinacional.

Não existe essa de trabalhar a qualquer hora

Sim. Existe a liberdade de trabalhar em horários bem flexíveis, mas você vai precisar de muita disciplina. Aliás, a verdade é que você vai trabalhar muito mais do que qualquer funcionário.

Você vai conhecer a burrocracia brasileira de perto

Isso é um saco! Vai tomar um tempo absurdo e te dar muita dor de cabeça. Mas isso é Brasil. E para ser um bom empreendedor, também é preciso entender as leis e trâmites que regem o mundo empresarial.

Você vai se ver sozinho muitas vezes

É verdade. Você vai dar ordens, produzir, tomar decisões difíceis. No fim do dia, todas as preocupações, as contas a pagar e responsabilidades são suas. Os funcionários vão para casa descansar.

A família acredita em você… Mais ou menos

Amigos e familiares vão te apoiar em tudo. Pelo menos na maioria dos casos. Mas esse incentivo nem sempre vem da forma como você espera. Para construir um negócio sólido e próspero, você vai precisar trabalhar até tarde e durante finais de semana. Frequentemente isso não será visto com bons olhos e vai ser motivo de brigas e discussões. Esteja pronto para lidar com esse tipo de situação.

Seu padrão de vida será mais comum do que imagina

Não pense você que o fato de ser o dono do próprio negócio te dará o direito de usar todo o lucro que seu trabalho traz para uso pessoal, a não ser que você não queira ver sua empresa crescer.

A boa gestão de seu negócio é imprescindível para que ele dê certo. Defina qual será seu salário – que na verdade é uma despesa da empresa. Todo o lucro que sobrar deve ser reinvestido.

Lembre-se: não é “dono rico, empresa pobre” e sim “dono pobre, empresa rica“. Seguindo essa lógica, muito em breve a realidade será “dono rico, empresa rica“.

Mas ainda assim, tudo vale a pena

A vida de quem decide empreender tem muitos obstáculos e desafios, mas tudo serve de propulsão para chegar cada vez mais longe. E você? O que descobriu depois de ter seguido o caminho do empreendedorismo? Comente.

# #

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *