Qual a melhor rede social?

Em qual rede social você deve estar para se aproximar dos seus consumidores?

15 de Maio de 2017 | Por Jéssica Melo

Quando falamos em presença nas redes sociais, logo imagina-se que o cliente deve estar presente em todas as mídias, mas o ideal não é se preocupar inicialmente com todas as redes, e sim construir uma reputação naquelas que são positivas para a empresa. Cada mídia possui características próprias que ajudam a alcançar objetivos específicos, por isso é importante definir o que a marca espera das redes sociais.

Escolher a mais popular vai fazer diferença?

Nem sempre a melhor opção vai ser a que possui mais usuários. Antes de tudo é necessário fazer uma avaliação para determinar como o seu público-alvo se comporta na rede escolhida.
Antes de sair por aí criando e administrando vários perfis em diversas redes, vamos te ajudar a identificar por onde começar e como concentrar seus esforços.

Facebook – a rede social mais popular

facebook

Com mais de 1,86 bilhões(1) de usuários espalhados pelo mundo, a rede social de Mark Zuckerberg é a mais popular do momento. Somente no Brasil há mais de 102 milhões(2) de usuários – isso demonstra a importância do crescimento no mercado digital. O Facebook tem boa ferramentas, caso você queria começar por ele, como a criação de páginas corporativas: onde você pode adicionar todas as informações da sua empresa e ainda ter acesso a estatísticas de desempenho da sua página. Além de ser uma ótima ferramenta de contato direto e fidelização com o consumidor.

Twitter: a mídia social de poucos caracteres

O Twitter possui mais de 284 milhões de usuários registrados(3) pelo mundo, sendo 40,7 milhões de brasileiros expostos no contexto da publicidade(4). Devido à sua limitação de quantidade de caracteres, é a ferramenta para quem procura passar uma mensagem curta e direta. O objetivo mais comum das empresas nessa rede são: atendimento ao consumidor, compartilhar dicas, links, promoções, dentre outras coisas. Mas apesar dos números impactantes, verifique se o seu público está ativo na rede, pois um levantamento feito pela Semiocast, 73% dos usuários são inativos. Ou seja, não frequentam a rede, apenas tem cadastro.

LinkedIn: a rede social do mundo corporativo

linkedin

Diferente das outras redes sociais abordadas aqui, no LinkedIn o foco é o profissional, negócios e parcerias. Uma opção bacana para o pessoal do RH da sua empresa, pois lá você poderá anunciar vagas, recomendar funcionários, procurar novos talentos, além de firmar parcerias e encontrar fornecedores. Uma outra vantagem que a rede social em questão oferece, é a possibilidade de criar grupos de discussão. Segundo a B2B, a solução é ótima para encontrar tomadores de decisão nesse ambiente virtual.

Google+: a mídia social do Google

 

googleplus

Você pode até achar que essa é a rede social menos utilizada pelos usuários, mas segundo alguns estudos, como da GlobalWebIndex, o Google+ vem crescendo bastante nos últimos meses e já é a segunda maior do mundo, com 359 milhões de usuários(5) . E a grande sacada é a interação com os demais produtos do Google. Com isso o número tende a crescer cada vez mais. Os principais usuários são engenheiros, profissionais de marketing, web designers e estudantes. Se esse for o seu público, escolher essa rede social pode ser uma boa opção. Mas tem um porém aí, o Brasil ainda não conta com muitos cadastros na rede, os brasileiros de 780 mil usuários ativos, dos 25 milhões.de cadastros(6).

YouTube: vídeos para pessoas e empresas

Sempre que o usuário procura um conteúdo multimídia, ele acessa o YouTube. Nesta plataforma é possível criar um canal, postar vídeos, anunciar campanhas, postar tutoriais e vídeos relacionados com o segmento da empresa, dentre outras coisas.

Um dos segredos para o sucesso do seu canal no YouTube é a criação de conteúdo original: faça vídeos com que seu público se identifique, mas ofereça um diferencial.

Pinterest: rede social visual

Essa rede social é relativamente nova no Brasil. Ela tem uma abordagem visual que lembra o Instagram, e permite a criação de painéis, para colagem de imagens. Ela basicamente funciona assim: Você escolhe uma imagem de referência de algum trabalho, por exemplo, e faz um “pin”, que é uma alusão ao fato de fixar sua imagem no mural. Vale muito a pena para fazer coleção de referências.

Afinal, como escolher a mídia social correta?
Você já deve ter percebido que cada rede social possui um modo de lidar com o público. A abordagem da sua empresa pode ser trabalhada de forma estratégica em cada uma delas. Por isso, é importante que para te ajudar na identificação das mídias que trazem maior retorno para a sua empresa, você conte com profissionais experientes e qualificados que mantenham uma rotina de criar conteúdo de qualidade e relevante para seu público-alvo.
A 3dev pode te ajudar nesse sentido. Converse com a gente.

Referências:

1.Usuários ativos do facebook

2.Usuários Brasileiros ativos no facebook

3.Usuários registrados twitter

4.Usuários brasileiros expostos a publicidade no twitter 

5. Usuários do Google plus

6.Brasileiros ativos no google plus

# # # # #

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *